sexta-feira, 20 de maio de 2011

O PRIMEIRO CULTO DE ADORAÇÃO A DEUS NO MUNDO


Por causa do pecado entrou a violência no mundo; por causa da violência, Adão e Eva perderam seu único filho fiel a Deus pelo fratricídio cometido por Caim. Aparentemente a terra seria povoada por pessoas corruptas, com a descendência de Caim. O mal prevalecia, os irreverentes, zombadores e escarnecedores eram evidentes e petulantes. No entanto, o autor bíblico que descrevia o progresso do pecado na família de Caim, interrompe a descrição a fim de apresentar a misericórdia e a graça de Deus a Adão e Eva e a toda raça humana. Assim diz o relato bíblico: “Adão conheceu sua mulher. Ela deu à luz um filho e lhe pôs o nome de Set ‘porque,’ disse ela, ‘Deus me concedeu outra descendência no lugar de Abel, que Caim matou.’ Também a Set nasceu um filho, ele lhe deu o nome de Enós, que foi o primeiro a invocar o nome de Iahweh” (Gênesis 4:25-26, Bíblia de Jerusalém). Destacamos algumas informações importantes deste relato:

  1. Set (ou Sete, Seth) substituiu o fiel e justo Abel: O nome “Set” do hebraico שֵׁת significa “apontado” e/ou “subsitituto”. Abel, o único filho fiel de Adão e Eva, morreu sem deixar descendência. Adão e Eva esperavam o descendente que esmagaria a cabeça da serpente (Gênesis 3:15), mas via a impossibilidade de surgir da descendência do perverso Caim. Então, Eva teve mais um filho, no qual depositara sua confiança de que ele seria apontado para substituir o fiel e justo Abel. Assim, Set substituiu Abel como filho e como descendente fiel, pois este tornou-se o ascendente de uma série de patriarcas antidiluvianos que cobriram o período entre Adão e Noé (Gênesis 5:6-29).
  2. Set teve seu primeiro filho e o nomeou Enós (ou Enos, Enosh): O nome “Enós” do hebraico אֱנוֹשׁ significa “homem mortal” e/ou “frágil”. Há quem considera que a consciência da fragilidade humana, indicada no nome Enós, despertou nas pessoas a necessidade plena de Deus. Assim, através dele, Deus realizaria as Suas promessas. Enós se destacou na linhagem de Set, desta forma através dele havia esperança para a proclamação divulgação da verdadeira fé em Deus como o Criador e Redentor. Enós viveu 905 anos e teve muitos filhos e filhas (Gênesis 5:9-11); seu nome é mencionado na longa genealogia de I Crônicas (1:1) e no documento genealógico de Jesus em Lucas 3:38, sendo ele um ascendente do Messias.
  3. Set e Enós organizaram o primeiro culto de adoração a Deus no mundo: A Septuaginta e a Vulgata especificam: “este [Enós] foi o primeiro a invocar o nome de Iahweh”. Enquanto os filhos de Caim se gloriam nas obras das próprias mãos um pequeno grupo de pessoas, incentivado por Enós, começaram a glorificar e a invocar o nome de Deus. Deus usa o homem humilde, mortal e frágil a fim de conclamar as pessoas a adorar a Ele. Isso se tornou possível, e, a partir daí a humanidade começou a invocar o nome de Iahweh, Senhor Deus. Esse foi o primeiro culto congregacional. Esse foi o primeiro culto coletivo de adoração a Deus no mundo. Assim, Enós é considerado por muitos, o iniciador do culto ao Deus verdadeiro, Iahweh.
Deus é o nosso Criador e Redentor, Ele prometeu enviar o Messias como descendente da mulher para nos libertar do pecado; para isso, uma linhagem foi preparada e conduzida pela graciosa e misericordiosa onisciência de Deus. Cabe a cada um de nós respondermos positivamente a essa graça e começar, ou, recomeçar a invocar o nome de Iahweh, Senhor Deus.

Obs.: Acesse o sermão sobre o texto deste artigo. Click aqui O primeiro movimento de reavivamento e reforma da história mundial (Gênesis 4:25-26).
Pastor Heber Toth Armí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê seu parecer. Elogie ou critique respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana