quinta-feira, 17 de novembro de 2016

DESPINDO-SE DA ANSIEDADE PARA SER FELIZ DE VERDADE


INTRODUÇÃO: Texto bíblico principal: Provérbios 12:25

1. A ansiedade é veneno contra a felicidade, além de algemar a alma, suprimir a liberdade dos indivíduos e afetar a fé. “O começo da ansiedade é o fim da fé” (George Miller).
2. A ansiedade gera impaciência, promove a angústia e atira as pessoas no mar da depressão.
3. A ansiedade enfraquece-nos fisicamente, faz-nos adoecer, obscurece nossa mente, reduz nossa capacidade de produzir, anestesia nossa percepção nas tomadas de decisões e, torna-nos miseráveis. Então,

a) Como lidar com a ansiedade?
b) Como despir-se desse mal que nos assola diariamente?
c) Como acabar com a ansiedade antes que ela acabe conosco? 

I. A ANSIEDADE TEM A PREOCUPAÇÃO COMO IRMÃ GÊMEA: AMBAS PRECISAM SER DESTRUÍDAS ANTES QUE NOS DESTRUAM – Provérbios 12:25

1. A preocupação diminui àqueles que são dominados por ela, aumenta nossa visão do problema tornando-o maior do que realmente é.
2. A preocupação surge de situações reais ou até mesmo imaginárias visando sufocar (tirar o oxigênio), enfraquecer, enfermar e até matar-nos.
3. A preocupação e a ansiedade não escolhem suas vítimas: Homens e mulheres, cristãos e ateus, brancos e negros, pobres e ricos – sejam crianças, adultos ou idosos, tornam-se suas vítimas.

a) Precisamos encontrar meios de controlar estas duas irmãs.
b) Precisamos descobrir a cura para combater esses venenos da alma.
c) Precisamos algo que penetre o coração, onde estas irmãs se instalam.

II. A ANSIEDADE NÃO É SOLUÇÃO, ELA COMPLICA O PROBLEMA; PORTANTO, PRECISA SER CONTROLADA – Provérbios 12:25

1. A ansiedade rouba nossa capacidade de resolver problemas no presente e enfraquece nossas habilidades de resolvê-los futuramente.
2. A ansiedade afeta o coração, ou seja, o cerne do ser humano, desestabilizando todo nosso comportamento, tornando-nos agitados como mar. Suzanne Leal escreveu estes versos:

“A ansiedade causa ‘nós’
e ‘entrenós’ na garganta,
um mar de reboliço
no estômago,
como se estivesse sempre a velejar.
O enjoo é constante
e a terra nunca está à vista”.

3. A ansiedade não nos dá soluções, ela amplia nossos problemas; é necessário saber como lidar com ela, controlá-la, para não sermos escravizados por ela.

a) Ansiedade é um problema que precisa ser resolvido.
b) Ansiedade é sentimento negativo que precisa ser substituído por sentimentos positivos.
c) Ansiedade precisa de cura como qualquer doença, mas não serve qualquer remédio.

III. A ANSIEDADE PARECE COMPLEXA, MAS SUA DERROTA ACONTECE DIANTE DE SÁBIAS PALAVRAS – Provérbios 12:25

1. As palavras sábias bem aplicadas por pessoas capacitadas libertam o coração da opressão causada pela ansiedade, do peso morto da preocupação, do medo, da tristeza, da depressão, etc.
2. As palavras amáveis, bondosas e inspiradoras promovem a cura da alma, restauram os aflitos interditados pelos obstáculos que impedem a felicidade, e libertam o coração para seguir a vida com alegria.
3. As palavras de Deus na boca de conselheiros cristãos fazem mais pelos aflitos que um caminhão de medicamentos químicos que mais dopam e entorpecem (os ansiosos) do que curam.

CONCLUSÃO:

1. A ansiedade sufoca, a boa palavra restaura, alivia; a ansiedade esmaga, a boa palavra liberta, levanta moribundos. A boa palavra que alcança o coração é unicamente aquela que origina-se em Deus (Isaías 50:4; II Coríntios 1:4).
2. A ansiedade que esmaga precisa ser esmagada pela fé, pela certeza que não vacila, e pela crença desprovida de erros. A Palavra poderosa para libertar e curar os ansiosos é a Palavra divinamente inspirada, a qual contém promessas verdadeiras proferidas por Quem cumpre tudo o que promete (Salmo 35:3-5; I Pedro 5:7).
3. A ansiedade será dominada quando a fragilidade humana apegar-se à capacidade divina de operar com maestria, sobre toda e qualquer situação, rumo à vitória (Jeremias 17:7-8; Mateus 6:25-34).

APELO:

1. Ouça com atenção as Palavras de Deus para que teu ânimo, esperança e alegria sejam restaurados.
2. Experimente o poder da Palavra de Deus em tua vida para que tornes exemplo do efeito dela para os outros.
3. Conheça bem, por teoria e prática, a Palavra de Deus, para que, bondosa e agradavelmente, oportuna e cuidadosamente, partilhe-a ao coração daqueles que precisam da cura oriunda dela.
Pr. Heber Toth Armí
 

Postagens mais acessadas nesta semana